Como medir o som?

Olá, pessoal! Hoje vamos conhecer o conceito de pressão eficaz. Esse post é o primeiro da série “como medir o som?”. 🔊📏 Já comentamos que a pressão sonora é uma grandeza diretamente relacionada com nossa sensação de quão “forte” é um som, está associada com a amplitude da onda e que podemos medi-la diretamente usando um microfone. 🎤
Como a pressão sonora está sempre variando, em alguns momentos é interessante atribuirmos um valor único que represente características significativas de um período de análise.
Para isso, costumamos calcular o valor eficaz da pressão sonora, ou a pressão eficaz (ainda conhecido como valor rms também). O procedimento é muito simples: avaliamos um sinal sonoro por um dado período de tempo;
elevamos este sinal ao quadrado; calculamos a média; e tiramos a raiz quadrada. Ao fim teremos um valor único. 📝
Essa técnica se fundamenta no fato de que, do ponto de vista físico, a pressão eficaz está relacionada com o
transporte de energia realizado pela onda sonora. Ademais, é uma forma eficiente de calcular a média de valores que oscilam constantemente.
O cálculo do valor eficaz também é bastante utilizado em outras áreas. Na engenharia elétrica, por exemplo, calcula-se o valor eficaz para avaliar o consumo de potência em sistemas de corrente alternada. Neste caso, o valor eficaz de uma corrente alternada é equivalente a corrente contínua que, para um dado período de tempo, dissipa a mesma potência que a alternada. ⚡
Este foi um post um pouco mais técnico, mas esperamos que tenha sido elucidativo! Nos próximos, iremos mostrar como utilizamos a pressão eficaz para calcular o nível de pressão sonora e o porquê de usarmos a escala decibel.
Texto produzido por Felipe Mello.
Revisão William D’Andrea Fonseca.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *